Buscar
  • Sérgio M. Botelho Júnior

Verdinha: Mãe faz apelo contra a apologia e a legalização das drogas no Brasil

No último dia 23 de novembro de 2019, o Brasil ficou chocado com a exibição da música Verdinha, da cantora Ludmilla, durante o programa Encontro com Fátima Bernardes, exibido matinalmente em cadeira nacional pela Rede Globo de Televisão. O ato causou revolta nos setores que lidam o flagelo das drogas e serviu para unir ainda mais a sociedade brasileira contra as drogas.


Na época, muitos apontavam que a música era um crime, por fazer apologia ao consumo da maconha, que é considerada uma drogas ilícita em todo o território nacional. Entretanto, pensando, sobretudo naqueles que relativizam o poder da mencionada droga, uma mãe, conhecida por Jeane Xavier, gravou um vídeo onde fez um apelo para a permanência da ilegalidade das drogas no país.


Segundo ela, o apelo decorre da perda do seu filho para as drogas, mais especificamente para a maconha. “Quero quero pedir aos políticos, a Rede Globo e a Ludmilla que não legalizem as drogas, porque elas só trazem tristeza para as famílias e meu filho faleceu por causa do uso da maconha. Ele teve mais de 34 internações. Eu já perdi as contas, mas quando vi a Ludmilla fazendo apologia a maconha, eu não dormi e passei a noite chorando.

Começou com a maconha e meu filho adquiriu a esquizofrenia. Eu fiquei pensando comigo como é que pode um programa nacional permitir que se toque uma musica dessas, onde crianças e jovens estão assistindo. Isso incentiva elas ao consumo. Ludmilla, não deixa mais essa música tocar”, apelou Xavier aos prantos dentro de um cemitério.


“Eu vejo aqui rezar pela alma do meu filho todos os dias e pedindo a Deus que conforte o meu coração e o coração de outras mães que perderam os filhos por causa da maconha ou que ainda tem filhos na maconha. Não aguentamos mais isso! É um sofrimento muito grande, porque eu queria estar abraçando o meu filho agora e não está aqui visitando ele no cemitério. Eu lutei para salvá-lo”, completou Jeane Xavier.

Cabe destacar que o novo Governo Federal, assim como integrantes do Congresso Nacional e dos órgãos que lidam diariamente com a dependência química estão emprenhados em não permitir a legalização das drogas no Brasil. Tudo isso, justamente, para evitar que dramas como esses se tornem cada vez mais comum em todo o país.


Por Sérgio Botêlho Júnior

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter ícone social

©2019 por Imagine.Acredite