Buscar
  • Sérgio M. Botelho Júnior

Recriar Vida: Uma referência em ações de preservação da vida humana


Por conta da pandemia do novo coronavírus (COVID-19) e do advento das tecnologias cada vez mais presentes na vida de todos os seres humanos, muitas pessoas acabaram desenvolvendo uma série de problemas psicológicos como a ideação suicida, a ansiedade, a violência e o consumo de drogas lícitas e ilícitas, as quais – em muitos casos – culmina com severos casos de dependência química. É por esses fatores que campanhas visando à saúde mental dos indivíduos têm sido cada vez mais constantes nas plataformas midiáticas.


E é justamente em meio a este grande desafio da modernidade que o Recriar Vida, utilizando-se do método denominado instrumentalização por meio de estudo de caso real, tem despontado em todo o território brasileiro, promovendo a formação de equipes multidisciplinares de trabalho, especialmente da educação, assistência social e saúde, para compreender e lidar melhor com os riscos e prevenção do consumo de drogas lícitas e ilícitas, bem como os fatores de vulnerabilidade que estão associados ao uso ou risco de uso, como violência, pobreza, abuso, depressão, ansiedade, ideação suicida, automutilação, convívio, entre outros.


Com essa metodologia, o Recriar Vida tem trabalho para criar novas alternativas de atuação dos profissionais que já se encontram diretamente envolvidos com todos esses problemas, seja na escola, nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), nas unidades de saúde e no dia a dia. E para que tudo seja feito da melhor maneira, a entidade conta com um corpo técnico composto por diversos profissionais, das áreas de antropologia, sociologia, assistência social, educação básica e avançada, psicologia e psiquiatria, contando com técnicos graduados, especialistas, mestres e doutores, os quais são reconhecidos por entidades como o Exército Brasileiro, a Presidência da República e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC).


Além disso, a entidade é fruto do grande brasileiro Ricardo Ribeirinha, um dependente químico recuperado pela Fazenda da Esperança que, nos últimos 30 anos, tem percorrido o mundo e atuado como voluntário, consultor e empresário, levando mensagem de esperança e formação a milhares de jovens e profissionais que lidam com a prevenção e tratamento de substâncias psicoativas, além de ter formado um grupo de especialistas que desenvolveram a metodologia da instrumentalização por meio de estudo de caso real que passou a ser implementado em diversos municípios brasileiros.


É por isso que o Recriar Vida já formou centenas de profissionais para ações de prevenção ao uso de drogas. Somente no município baiano de Luís Eduardo Magalhães foram 750 profissionais capacitados. Além disso, recentemente, graças a uma parceria entre a Prefeitura de Pium (TO) e a Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção ao Uso de Drogas (SENAPRED), a Recriar Vida foi contratada para fazer um estudo inédito, visando o desenvolvimento de ações educacionais nas zonas urbana e rural, treinamento de equipes de trabalho para formação de rede de cuidado social e a entrega de conteúdos didáticos para o desenvolvimento das ações posteriores. Um marco no desenvolvimento das ações de prevenção no país.


Neste mesmo modelo, mas sem subsídio federal, a cidade de Santa Rita do Sapucaí, Minas Gerais, foi pioneira, com o desenvolvimento das ações em 2019, atendendo em duas etapas mais de 10 mil pessoas diretamente. A capital Palmas, também planejou e iniciou o desenvolvimento das ações nas unidades escolares, mas a pandemia do COVID-19 atrasou o calendário das ações, que estão previstas para 2021. Para a cidade, já atendendo aos problemas enfrentados no período de pandemia e pensando nos problemas que virão decorrentes do fechamento das escolas, a empresa entregou neste mês de dezembro diversos conteúdos digitais em vídeo e cartilha, sendo os conteúdos de vídeo para o canal de educação Palmas Home School e a cartilha para download de pais, alunos e profissionais da rede.


“Em janeiro de 2021, a empresa desembarca em São Sebastião, litoral de São Paulo, para realizar o inicio de um trabalho, que deverá ser desenvolvimento no mesmo sentido das demais cidades que contrataram, mas inicialmente será realizada uma pesquisa. Para o próximo ano, a empresa deverá ter ampla atuação nacional, pelo momento que estamos vivenciando e pelo agravamento dos problemas psicossociais em todo o país”, informou o Recriar Vida ao Imagineacredite.


Por Sérgio Botêlho Júnior

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter ícone social

©2019 por Imagine.Acredite