Buscar
  • Sérgio M. Botelho Júnior

Michelle e Jair Bolsonaro reforçam apoio às comunidades terapêuticas


Na última quarta-feira, 11, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, reforçaram o apoio do Governo Federal às comunidades terapêuticas. O apoio foi demonstrado em reunião ocorrida no Palácio da Alvorada com o Frei Hans Stapel OFM, da Fazenda da Esperança; Adalberto Calmon, presidente da Confenact; o Frei Rogerio, da Igreja das Mercês; e Quirino Cordeiro Jr., Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania (Senapred/MC).


Na ocasião, o presidente demonstrou a sua alegria em receber os representantes e assim como a primeira-dama, se mostrou sensível às causas ali apresentadas. Segundo o Frei Hans, eles trataram sobre a manutenção de recursos federais às CTs, bem como sobre a importância de ações para retirar do mundo da drogadição, bem como de ressocializar os moradores de rua, que passaram a ser acolhidos pelas comunidades em virtude da pandemia de COVID-19.


“Estamos numa época delicada. O governo tem muitas despesas, porque a crise é grande. Mas queríamos que eles entendessem que não podem reduzir recursos dos mais pobres que já não têm nada. E a primeira-dama foi muito sensível. Eu fiquei tocado com a sua atitude e a do presidente em nos receber. Eu senti a sensibilidade dela pelos mais pobres. Por isso disse para ela comprar essa briga tão necessária. Graças a Deus, acredito que ela entendeu a necessidade”, destacou o Frei Hans.


Em contrapartida, Michelle Bolsonaro explicou o porquê de ter decidido receber os representantes das CTs no Palácio da Alvorada. “Entidades como a Fazenda da Esperança fazem a diferença na vida desses brasileiros que necessitam de ajuda”, argumentou a esposa do presidente da República, a qual é muito engajada em causas sociais.


Já o presidente da Confederação Nacional das Comunidades Terapêuticas (Confenact), Adalberto Calmon, ser recebido pelo presidente, representa um reconhecimento inédito da Presidência da República às comunidades terapêuticas, que ha mais de 50 anos existem no Brasil, as quais já acolhem cerca de 80 mil pessoas, sendo 11 mil financiadas pela União. “Nosso objetivo nessa reunião foi fortalecer as comunidades terapêuticas, dobrando a quantidade de vagas financiadas pelo governo, como também no investimento em ações de formação e capacitação dos profissionais da CTs, bem como em melhorias na estrutura e no acolhimento. Então para nós é muito importante esse diálogo com o governo federal”, disse Calmon.


E completou: “A primeira-dama é muito voltada às causas sociais e tem em seu coração o bem comum. Ela tem no seu coração o sentimento de resgate das pessoas em situação de vulnerabilidade social e que sofrem de qualquer mal, principalmente das drogas. E ela se comprometeu em ajudar, em apoiar e em buscar soluções para que possamos também ampliar os serviços no Brasil”.


O Frei Rogério comemora dizendo que “sentar com um presidente da República em exercício é sentar com o Estado. Sentar com a primeira-dama, igualmente, é sentar com o Estado. Nós, como Instituição Igreja, Fazenda da Esperança, temos que manter sempre o diálogo”. Ele reforçou que a primeira-dama tem boa vontade em relação ao cuidado com o ser humano, com as pessoas, com a população em situação de rua e as pessoas com dependência química.


Por fim, Quirino Cordeiro Jr., da Senapred, destacou que o Governo Federal tem apoiado a luta contra as drogas no Brasil em três frentes diversificadas, que visam impulsionar o trabalho desenvolvido pelas CTs em sua totalidade. “Essa reunião foi de fundamental importância para que as ações de enfrentamento às drogas, principalmente na área de redução de demanda por drogas, em ações de prevenção, tratamento e reinserção social possam ser cada vez mais fortalecidas”, comentou.


Por Sérgio Botêlho Júnior

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter ícone social

©2019 por Imagine.Acredite