Buscar
  • Sérgio M. Botelho Júnior

João Roma se une às CTs para garantir orçamento para a Senapred

Atualizado: Mar 17


A luta para garantir os R$ 330 milhões necessários para que a Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (Senapred) continue financiando centenas de vagas em comunidades terapêuticas Brasil afora ganhou hoje, 16, a adesão do novo ministro da Cidadania, João Roma. O apoio à causa foi demonstrado durante uma reunião com o presidente da Confederação Nacional das Comunidades Terapêuticas (Confenact), Adalberto Calmon; o presidente da Cruz Azul no Brasil, Rolf Hartmann; o fundador e coordenador das Fazendas da Esperança, frei Hans Stapel Ofm; o frei Rogério Soares, da Ordem das Mercês; a deputada federal Professora Dorinha, da Comissão de Orçamento da Câmara dos Deputados; e o Senapred, Quirino Cordeiro Jr.


Ao ImagineAcredite, Adalberto Calmon observou que, durante a reunião, os representantes das CTs apresentaram ao ministro e a deputada um balanço de todos os avanços proporcionados pela nova Política Nacional Sobre Drogas, além de todos os resultados obtidos junto às entidades do terceiro setor, que tiveram o número de vagas financiadas pelo governo federal ampliadas de 11.000 para 25.000 em 2021. Por isso, ele observou que o ato culminou com um verdadeiro alinhamento de ideias em defesa da vida.


“Manter um orçamento de R$ 30 milhões é um retrocesso, além de condenar muitas vidas à morte, pois este valor significa não dar para aquelas pessoas que estão clamando de dor, sofrendo pelas drogas, uma chance de recuperação. Então para mim foi muito importante a reunião hoje. Nós sentimos realmente a sensibilidade do ministro para a causa. Ele tomou consciência do grande problema e nos deu a mão. E disse que, daqui para frente, caminha junto conosco. Ele vai fazer a parte dele e nós também vamos trabalhar, com os nossos parlamentares, pressionando-os para conseguir esse orçamento de R$ 330 milhões, para possibilitar que mais de 50 mil pessoas tenham a oportunidade de se recuperar em 2021”, relatou o presidente da Confenact.


Já o frei Hans Stapel Ofm definiu a reunião como um momento de esperança, em que o ministro tomou consciência da necessidade de apoiar às CTs - já reconhecidas pelo governo federal como prestadoras de um serviço de excelência. “Se fez um encontro de trabalho onde todos se comprometeram em lutar para criar consciência. Jamais o governo pode tirar daqueles que não tem mais nada pra tirar, que perderam a liberdade por causa da droga. Criou-se a consciência. Se vão cortar a verba e muito deles tem que voltar para as ruas, vai ser mais caro para o governo, porque muitos são candidatos para prisão, para os hospitais. E assim vai custar”, analisou.


O religioso ainda fez um apelo aos parlamentares em prol da garantia dos R$ 330 milhões para a Senapred. “Peço a todos os deputados, senadores e todos que têm responsabilidade de decisão que sejam justos. Olhem com carrinho para os últimos que não têm nada. E se for necessário cortar, corta onde tem dinheiro e onde não faz falta. Com o amor de Deus, peço a todos orações e um esforço, para que juntos com o ministro possamos vencer esta batalha, que é uma questão de vida e morte. Reconheço a dificuldade que todos passam, mas peço com carinho para aqueles que não têm nada, nada, absolutamente nada”, finalizou.


Por fim, o secretário Nacional de Cuidados e Prevenção as Drogas do Ministério da Cidadania (Senapred-MC) assegurou que o ministro João Roma está decidido a manter o financiamento de vagas nas comunidades terapêuticas. “O ministro se mostrou bastante sensível à causa. Ele apoia o trabalho das CTs e não vai medir esforços para avançar com o orçamento, para o custeio de vagas para o tratamento e reinserção de dependentes químicos. Tanto é que a reunião foi bastante produtiva e resultou com a discussão e planejamento de uma série ações para serem executadas junto ao Congresso Nacional”, acrescentou.


Vale ressaltar que a reunião foi acompanhada pelo diretor executivo da Revista e Portal ImagineAcredite, Sérgio Botêlho Júnior. Segundo ele, o ministro João Roma ficou ainda mais empolgado com a luta das comunidades terapêuticas junto à Senapred ao saber que a causa também é defendida e incentivada por nomes como o presidente Jair Bolsonaro, o senador Eduardo Gomes, o ministro Onyx Lorenzoni e o secretário Especial do Desenvolvimento Social, Sérgio Queiroz, além de vários líderes políticos e governamentais que acreditam na nova Política Nacional Sobre Drogas. “São pessoas de peso na política nacional e essa união, certamente, enche de esperança todos aqueles que querem continuar oferecendo e contando com uma CT de qualidade e que há anos presta um serviço essencial ao Brasil”, comentou o comunicador.


Por Sérgio Botêlho Júnior

  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter ícone social

©2019 por Imagine.Acredite