Buscar
  • Sérgio M. Botelho Júnior

Instituto Crescer firma parceria com o 2ºBPMDF para amenizar os efeitos da Covid-19


Na manhã da última quarta-feira, 08, o Instituto Crescer firmou uma parceria com o 2º Batalhão de Polícia Militar do Distrito Federal (2ºBPMDF), responsável por guarnecer a região de Taguatinga, para amenizar os efeitos da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) juntos aos usuários de drogas em situação de rua, as comunidades terapêuticas e aos mais carentes.

A parceria foi viabilizada durante uma reunião entre Areolenes Nogueira, fundadora do Instituto Crescer e o Major Oliveira, comandante do 2ºBPMDF. Na ocasião, ficou acordado que os integrantes do batalhão encamparão uma campanha a fim de arrecadar alimentos, materiais de limpeza e de higiene pessoal e os encaminharão para o Instituto Crescer, que ficará responsável por distribuí-los dentro da instituição e também para outras comunidades terapêuticas em dificuldade.

Segundo Areolenes Nogueira, toda a campanha será realizada por meio das redes sociais da Polícia Militar do Distrito Federal, que distribuirá alguns números para que os interessados em contribuir com a campanha possam efetuar as suas doações. O boca a boca também será utilizado. “Então se a pessoa ligar e quiser doar alguma coisa vai um carro para buscar. Não precisa ninguém ir até o quartel”, acrescentou Nogueira.

Já o Major Oliveira, comandante do 2ºBPMDF disse esperar que a iniciativa vá além da pandemia. “Espero que o projeto seja um sucesso e também que a gente possa realiza-lo depois que toda essa pandemia passar. Afinal de contas, queremos beneficiar os mais carentes e estes, por sua vez, necessitam de ajuda o ano inteiro e não somente em época de pandemia”, comentou. 

Parceria antiga

Cabe destacar que esta não é a primeira parceria firmada pelo Instituto Crescer e o 2ºBPMDF. As duas instituições possuem duas parcerias, firmadas há três anos, que são verdadeiras vias de mão dupla tanto para os envolvidos quanto para a sociedade. Na primeira, a PM de Taguatinga oportuniza aos usuários de drogas que são presos uma nova vida por meio de um tratamento terapêutico desenvolvido pelo Instituto, que faz todo o acolhimento em caso aceitação do usuário. 

Já a segunda parceria tem vínculos com o esporte. Neste caso, o 2ºBPMDF abre a sua academia e oferece aulas gratuitas de artes marciais para toda a população, incluindo os acolhidos do Instituto Crescer em processo de reinserção social. Como resultado, os envolvidos doam mantimentos como forma de contribuição e estes são revertidos para a instituição mencionada.

“Uma das coisas mais importantes que percebemos quando fomos abordados pela polícia é que na PM não há uma preocupação em prender o cidadão que é usuário de droga, mas de oferecer oportunidades de tratamento para ele. A cada pessoa que é abordada pela PM em Taguatinga, dar-se a ele a oportunidade de tratamento. Então vemos uma polícia educativa com o real interesse para que o cidadão mude de vida”, comemora Areolenes Nogueira.


Por Sérgio Botêlho Júnior

©2019 por Imagine.Acredite