©2019 por Imagine.Acredite

Buscar
  • Sérgio M. Botelho Júnior

Febract ofertará curso de capacitação para as comunidades terapêuticas no DF

Atualizado: Mar 21

Febract ofertará curso de capacitação para as comunidades terapêuticas no DF


A Federação Brasileira de Comunidades Terapêuticas (Febract) ofertará um grande curso de capacitação voltado aos gestores e profissionais que atuam no segmento de comunidades terapêuticas no Distrito Federal. A ação é resultado do empenho do Subsecretário de Enfrentamento às Drogas do Governo do DF, Rodrigo Barbosa, e do Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro, que se empenharam para liberar R$ 200 mil em recursos para garantir a realização da capacitação.


A participação os secretários foi extremamente fundamental justamente porque os recursos foram conquistados em 2015 e por não terem sido utilizados por ocorrências diversas, acabaram sendo perdidos junto ao governo federal. “Foram diversas tratativas, destacando-se que o Governador Ibaneis Rocha e o então Secretário Gustavo Rocha conversaram pessoalmente com o ministro Osmar Terra, para que o convênio fosse prorrogado e viabilizado, o que foi concedido pelo ministro.


É necessário destacar também a atuação técnica e benévola da Senapred. O Dr. Quirino e sua equipe sempre nos receberam muito bem e consecutivamente de forma técnica apontaram as mudanças necessárias para as prorrogações e execuções, o que de certo foi fundamental para a execução do convênio”, relembra o subsecretário Rodrigo Barbosa.


Ainda de acordo com ele, o processo para a liberação dos recursos para a Febract corre na Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania do DF, onde estão analisando os documentos, despachos e o chamamento realizado. “Infelizmente, o Covid-19 tem atrapalhado muito a todos, mas esperamos que na próxima semana tenhamos concluído essa parte burocrática. Com fé em Deus iremos vencer essa pandemia e o progresso continuará”, completou Barbosa.


Para o subsecretário do GDF, o empenho dos órgãos envolvidos decorre da expectativa do governo distrital de conseguir, com esse curso ministrado pela Febract, elevar o nível das CTs no estado a fim de que essas possam firmar convênios com os governos. “Sabemos que é papel do Estado apoiar iniciativas positivas para a sociedade, principalmente em áreas com grandes lacunas deixadas pelo poder público. Essas parcerias são compatíveis com uma democracia como a nossa, que exalta o poder do povo e garante direitos fundamentais a todos os indivíduos”, argumenta.


Já o Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania lembrou que o empenho na liberação de recursos para a capacitação das CTs faz parte de uma de suas duas frentes de profissionalização dessas entidades. “A Senapred está ajudando no financiamento, incentivando e promovendo a capacitação pelas várias federações de comunidades terapêuticas, a exemplo da Febract. Para isso, a Senapred tem buscado recursos e, muitas vezes, recursos que estavam quase se perdendo para que a gente possa ajudar na viabilização dessas atividades de capacitação”, relembrou.


Felizmente, a iniciativa da Febract já está colhendo grandes resultados. Um exemplo disso é que, de acordo com Areolenes Nogueira, presidente da Federação Centro Oeste de Comunidades Terapêuticas (Fecomte) e conselheira da Febract, o curso já tem mais de 30 instituições inscritas para a capacitação. “O mais importante disso tudo é que mais da metade das CTs, em função deste curso, estão entrado com o processo de credenciamento junto ao Conen-DF, ou seja, hoje só temos 12 instituições parceiras do governo Distrital e no curso já temos 30 instituições. Então é algo que nunca aconteceu, pois nunca tivemos um numero tão elevado de CTs numa capacitação buscando se regularizar para acessar recursos públicos”, comemorou Nogueira.


Ao Imagineacredite, Areolenes lembrou que o curso possui 120h, que serão divididas em três módulos, sendo que no último será mais dedicado a prática, através de oficinas de produção de trabalhos concretos voltados ao cotidiano de uma comunidade terapêutica. Uma vez que a ideia é torna-los conselheiros em dependência química. “Então é um curso de muita profundidade e que trás para as comunidades terapêuticas uma visão muito prática do dia a dia de uma comunidade terapêutica. [...]Nós esperamos que com esse curso, o número de comunidades terapêuticas credenciadas junto ao Conen-DF dobre. Porque será a partir da capacitação que as comunidades vão entender a necessidade de estarem regularizadas junto ao Conselho de Políticas Sobre Drogas do Distrito Federal”, salienta Areolenes.


Cabe destacar que a Febract está entre as federações voltadas ao segmento de comunidade terapêutica com maior gabarito na oferta de cursos de capacitação para essas entidades. Tanto é que em todos os anos, a mencionada federação tem organizado eventos para promover e fortalecer o segmento em todo o país seja com cursos, seminários, encontros ou palestras, entre outros.


“A Febract já capacitou, ao longo dos seus 30 anos de existência, 25 mil pessoas para atuar em comunidades terapêuticas e mais de 140 mil pessoas foram alcançadas em eventos, congressos e conferências. Uma vez que ela é a mais antiga das federações”, ressalta Areolenes Nogueira.


Por Sérgio Botêlho Júnior